Economia commodity x economia criativa: startups promovem avanços visíveis na América Latina

Start-Up Chile atraiu 1.200 empresas para o país latino-americano. Foto: Divulgação.

Estamos acompanhando de forma muito rápida a transformação do século XXI no âmbito político, econômico, social, cultural, ecológico e tecnológico.

A América Latina é uma região em movimento, que tem demonstrado sua capacidade para gerar empresas inovadoras. O desenvolvimento de startups está agitando e acordando esta zona do planeta que está cada vez mais atraente para os capitais do mundo todo, em busca de novos e criativos talentos.

Negócios disruptivos e inovadores entraram em nossas vidas na velocidade das novas tecnologias. Hoje podemos compartilhar um veículo, uma casa através de um aplicativo, fazer impressões 3D, facilitar nossa vida com a  internet das coisas, com cidades inteligentes. Por outro lado, temos nossa história, hábitos antigos, cultura, gastronomia, as artes, o valioso artesanato latino-americano, nossa tradição, que pode conviver harmonicamente com a inovação disruptiva.

Cabe a nós latino-americanos em fazer a leitura do cenário, das mudanças, e transformá-las em uma América Latina melhor, como fizeram as 10 principais startups latino-americanas, segundo o ranking da revista estadunidense Fast Company em matéria publicada na Pequenas Empresas Grandes Negócios:

  1. Startup Chile – Chile: Por criar e reter novos negócios no Chile
  2. Jet Blue – Cuba: Por ajudar o turismo cubano a decolar
  3. Descomplica – Brasil: Por levar educação para as massas
  4. Bank Facil – Brasil: Por diminuir as taxas de juros do Brasil
  5. Satellogic – Argentina Por usar nanosatélites para dar a terra um check-up
  6. The Center of Molecular Immunology – Cuba: Por desenvolver um tratamento de câncer de pulmão que pode ser compartilhado com os EUA
  7. Mercado Libre – Argentina: Por construir um império de e-commerce
  8. The Community – Argentina: Por dar apelo a publicidade de massa multicultural
  9. Contabilizei – Brasil: Por descodificar leis de impostos para freelancers
  10. GenIusFood – México: Por transformar suplementos alimentares

A receita de sucesso dessas startups que realmente fazem uma diferença está na sua visão, no uso da tecnologia, mas, acima de tudo, no seu modelo de negócio disruptivo. Na disrupção digital, não há inimigo pequeno, pelo contrário, são mais rápidos e flexíveis.

● Tentam melhorar seu ambiente: mentes desafiadoras, confiam em sua inteligência e vontade de melhorar seu ambiente. Muitas focam em resolver problemas pontuais e conseguem ser rapidamente valorizadas pelos usuários da região. É o caso do auge das plataformas para melhoria do acesso ao crédito e outros serviços financeiros, ou temas críticos como educação e serviços médicos.

● Conhecem sua região como ninguém: partem de uma mente analítica e prática, mas também identificam barreiras locais que tenham experimentado, por exemplo, acesso a meios de pagamento, a confiança, a segurança, altos custos de serviços ou serviço ao cliente.

● Modelos mais cooperativos: “ganhamos quando os usuários ganham”, evitam ser vistos como uma despesa ou um problema, propõem esquemas mais cooperativos baseados em comissões ou o uso de estratégias de gamificação que premiam seus usuários. Sociedades que evoluem para esquemas mais colaborativos.

● A ênfase está no serviço ao cliente: a qualidade do atendimento é parte do modelo de negócio e se constrói como uma forma de comunicação que visa criar relações. Este novo modelo se apoia em dois pilares: a comunicação imediata e constante através de qualquer canal, e o autoatendimento, empoderando os usuários para que possam resolver sozinhos quaisquer necessidades, aplicações móveis, vídeos ou chats já são ferramentas imprescindíveis.

● Lealdade, tesouro precioso: construir relações é a alma do negócio, valoriza a experiência do cliente e constrói estruturas de lealdade. Implementam estratégias para premiar esta lealdade, que rende frutos rapidamente, contribuindo com opiniões ou participando de fóruns de serviço.

● Fortalecer a equipe de trabalho: crescem a partir de pequenas equipes e conseguem recrutar pessoas preparadas, com dois elementos-chave: um ambiente de trabalho rico, com possibilidade de trabalho remoto, e o uso da tecnologia de otimização de força de trabalho do centro de contato.

“Transformemos nossa economia tradicional e negócios commodities em economia criativa e negócios inovadores”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.